A Garganta da Serpente
Veneno Crônico crônicas
  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

Crônica sobre a Matemática

(Melu Nunes)

5-8.666+4000.8/77=x ?!?!?!?!?!?!

Na sexta-feira, minha falta de interesse, preguiça e cansaço se unem contra mim na última aula da semana: Matemática.

A raiva que eu sinto por não entender um sequer probleminha matemático é tanta que acaba se transformando em puro desinteresse, numa vontade louca de nem querer saber nada daquilo que está sendo explicado na minha frente. Fico impressionada às vezes, comigo mesma, pois isso só acontece nas malditas aulas de cálculos sem algum sentido ou futuro efeito na minha vida.

Muitas vezes os problemas alheios (não, os meus mesmo) são tantos que não sobra um espacinho, mínimo que seja, para esses mega-problemas terríveis que estão presentes nos livros de matemática. Quando penso neles me pergunto "afinal, o que eu quero com raiz quadrada de cinco, que nem existe, menos quarenta e tantos mais alguma coisa elevada ao cubo, vezes vinte mil e oitocentos mais x elevado a menos y que ainda tenho que descobrir o resultado?! Ah, vai pra p*!!!!" Saber o valor de x ou de y em determinados problemas é totalmente idiota e não vai fazer uma modificação enorme na minha vida.

A verdade verdadeira é que eu detesto matemática e não tenho vergonha nenhuma de não compreender aquela montoeira de números soltos riscados no quadro. Se oito x menos vinte e quatro passa como operação azar (ou sorte) dele, o negócio é que eu tenho muito mais o que fazer. E tenho dito.

  • 4564 visitas desde 29/09/2005
Copyright © 1999-2017 - A Garganta da Serpente