A Garganta da Serpente
Saliva de Cobra editorial a contragosto

A serpente se contorce, preparando-se para mais uma troca de pele. De tempos em tempos é necessário deixar as escamas vulneráveis para que se renovem.

Desde o final do ano passado estamos colhendo informações, sugestões e críticas de nossos autores e visitantes para decidir os novos rumos da Garganta da Serpente. A opinião de todos é importantíssima. Portanto, se você ainda não respondeu nossa pesquisa de opinião, PARTICIPE!

Aos que já responderam ao questionário, oferecemos nossa gratidão de cobra e informamos, a seguir, os primeiros resultados parciais de alguns dos pontos pesquisados:

Quais seções você mais visita ou participa?
A Toca da Serpente 18%
Contos de Coral 12%
Veneno Crônico 11%
Artigos Envenenados 9%
Ouroboros 5%
Cobra Cega 6%
A Boca do Crocodilo 5%
Cartões Rastejante 9%
Sala das Najas 9%
Os Encantadores de Serpentes 5%
O Muro Impuro 7%
Picadas 5%
Votos: 141

Quais assuntos você sugere para novas seções?
Haikais, trovas e minipoemas 14%
Poemas visuais 17%
Literatura de cordel 10%
Fábulas e lendas 17%
Ensaios 7%
Resenhas 7%
Livraria virtual 13%
Redações, dissertações 10%
Novelas ou livros em capítulos 5%
Votos: 113



Dentre as opiniões colhidas, há os que exaltam a igualdade de condições e a falta de discriminação enquanto outros condenam o site justamente por não ser mais seletivo. Aliás, alguns até exigem que seja estabelecida uma triagem severa dos trabalhos publicados. Em contrapartida, há os que lembram como foi importante terem sido recebidos sem pré-julgamentos para que pudessem ser submetidos à apreciação pública e com isto amadurecer ou repensar todo o seu trabalho. Uns acham que todos os textos antigos deveriam ser removidos, outros escreveram agradecendo a possibilidade de "resgatar" seus trabalhos uma vez que o site acaba funcionando como um arquivo on-line de sua produção literária. Há os que se confundem com o nome das seções e outros que se deliciam, exercitando sua curiosidade ao clicam aleatoriamente nos títulos.

Infelizmente é impossível agradar a todos os seres que habitam e visitam nossos meandros. Aliás, a Garganta da Serpente se diferencia justamente por isto, pela falta de pudores e de discriminação e pela fauna eclética de autores e leitores. Fazê-los coabitar sem deixar que as diferenças se tornem insuportáveis e zelando para que sejam respeitadas: eis nosso maior desafio.

Estejam certos de que todas as informações, sugestões e críticas são devidamente anotadas e serão implementadas na medida do possível.

Muito obrigada,
Agostina Sasaoka.

(01.03.2005)
Copyright © 1999-2017 - A Garganta da Serpente