A Garganta da Serpente
Resenhas dos Répteis releases, resenhas e críticas
Texto de:
  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

Cinema: o mundo em movimento
- Um livro de Inácio Araújo -

Se você pouco sabe da história do cinema e suas correntes e sua realização, precisa fazer esta leitura. É tudo que alguém precisa saber para entender a origem e a história do cinema num paralelo bem interessante com a história da cultura de vários países, tudo isto com uma linguagem bem simples e um conteúdo valioso.

Não há uma história específica de determinado país, é uma narrativa universal que se inicia pelos irmãos Lumière que afirmaram ser o cinema uma invenção sem futuro, passando por Georges Méliès que criou sua própria câmera, descobrindo a trucagem - cortes - foi ele que criou As Viagens de Gulliver, As Aventuras de Robinson Crusoé. Na seqüência fala de D.W. Griffth que revolucionou o cinema filmando próximo do rosto, cortando as imagens das pessoas, as quais acharam um absurdo pagar para ver pedaços da pessoa. Foi criador do primeiro longa-metragem: O Nascimento de uma nação. Nos mostra o expressionismo de Fritz Lang, um alemão que consegue delatar o mundo pelo interior das pessoas. Descreve um pouco de Roberto Rosselini, neo-realista, que utilizou os escombros da guerra para criar seus filmes mais reais.

Uma narrativa rápida, mas com muitos detalhes na elaboração de um filme, com gráficos e vocabulário dos termos cinematográficos capaz de aumentar nosso interesse por esta arte que já nos envolve mesmo sem conhecimento destas particularidades, porém após esta leitura, passamos a nos envolver mais ao assistir filmes, pois a imaginação e a valorização são instigadas a ir bem mais além do que se vê.

Descreve-nos várias escolas que o cinema desenvolveu como o Experimentalismo Soviético, o Neo-realismo (Itália), o Expressionismo (Alemanha), a Novelle Vague (França), o cinema Escola Nova ou Estética da fome (Brasil), o Avant Gard (França) ao classicismo de Griffth (EUA) chegando aos nossos dias com filmes de toda natureza.

Narra todos os processos até se chegar ao roteiro. A duração de toda esta criação. A relação comercial entre filmes e diretores e empresas desde seu surgimento até os nossos dias. A diferenciação entre um filme e outro para se conhecer um bom filme.

Enfim, é uma leitura que só irá acrescentar em sua valorização estética, aumentando seu poder de crítica e a compreender além do cinema, a cultura universal.

Para conhecer, especificamente, um pouco da história do cinema no Brasil, de forma também bem acessível recomendamos o livro de XAVIER, Ismail. Cinema brasileiro moderno. São Paulo: Paz e terra: 2001.156p. que é um bom começo.


Cinema: o mundo em movimento
Autor: Inácio Araújo
Editora: Scipione
103 páginas
Ano: 1995

445 visitas desde 19/04/2017


Quer outra dica de livro?