A Garganta da Serpente
Resenhas dos Répteis releases, resenhas e críticas
Texto de:
  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

Trevas: um livro brasileiro de terror
- Um livro de J. Modesto -

Na maioria das histórias conhecidas do gênero, os vampiros sempre foram caçados pela Igreja, historicamente o mito foi atravessado por uma estaca cristã, a Igreja não aceitou a idéia do paganismo camponês e acabou entrecruzando a mitologia do vampiro com a dos demônios, com a perversidade inumana e com a essência do mal.

Uma lenda antiga que percorreu alguns séculos para que a literatura o reconhecesse como um tema interessante, apesar da perseguição da Igreja. E a luta entre Igreja e vampiros deu muito que falar, mas uma união. Esse é o ponto que argumento do livro Trevas (Giz editorial, 288 pp, R$ 35,00), do arquiteto e escritor J. Modesto, faz, para combater o mal só alguém que conheça o mal.

A história se inicia no Vaticano, onde um cardeal, o italiano Giuseppe Giglio leva ao próprio Papa um dossiê misterioso. Sua Santidade Pontífice após ler o relatório, dá ao cardeal carta branca para enfrentar um dos servos do Anjo Caído, que ameaça retornar. O Cardeal Giglio faz uma aliança com um vampiro, que terá a missão de confrontar esse demônio. O vampiro parte para o Brasil, especificamente para o Rio de Janeiro, encontrar o humano possuído pelo demônio, antes que ele acorde. Por ironia, o corpo é de um deputado federal, um dos poucos que não é corrupto. Em meio a busca, o vampiro francês, que se alimenta somente de sangue de homens maus, encontra um justiceiro mascarado - um herói das ruas cariocas em meio ao tráfico de drogas, que deseja vingança contra um chefão das drogas. Juntos, em meio às diferenças irão fazer frente às forças deste demônio, que ainda tem o poder de manipular as forças do elemento terra.

Em uma narrativa cheia de ação, o autor constrói cenas de terror e suspense, com tiros e explosões, em um cenário conhecido nosso, a São Paulo e o Rio de Janeiro do tráfico de drogas. Um misto de realidade e ficção, que J. Modesto traz com maestria o vampiro tradicional de volta à vida, sem frescuras a la Buffy ou Angel. Trevas possui um final avalassador e surpreendente, onde as ruas do Rio nunca serão as mesmas, uma batalha entre o real e o irreal.

J. Modesto, influenciado pelas histórias de mestres como H. P. Lovecraft, Edgar Alan Poe e Stephen King, dos clássicos Stoker e Mary Shelley, além é claro do brasileiro André Vianco, procurou neste livro mostrar uma história onde os sinônimos do termo Trevas, sinônimo de MAL. " TREVAS como sinônimo de NOITE. TREVAS como sinônimo de DESESPERO". Como ele próprio fala, em uma entrevista ao ler o livro, o leitor irá identificar os significados que TREVAS empresta a cada um dos personagens e chegarão a conclusão de que o título é a alma desta obra.


Trevas
Autor: J. Modesto
Giz Editorial
288 páginas
Ano: 2006

399 visitas desde 19/04/2017


Quer outra dica de livro?