A Garganta da Serpente
Resenhas dos Répteis releases, resenhas e críticas
Texto de:
  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

O medo para crianças

Livro traz histórias de terror adaptadas para o público infantil

Para os leitores adultos o ano de 2006 foi repleto de novidades, de diversos livros foram lançados, o gênero de terror e mistério foi um dos mais aclamados pelas editoras. Um gênero que firmou o seu lugar, tendo como característica distintiva o cultivo do medo e suas associadas emoções. Em geral, o publico sente-se atraído por este tipo de literatura pelos estímulos emocionais , insólitos, intensos e raros na rotina diária .

Completando o ano, o segmento infantil da editora A girafa, o selo Girafinha lançou O grande livro do medo, uma antologia dos melhores autores deste fantástico gênero. São 21 histórias de um realismo fantástico que assusta e que cativa o pequeno leitor, adaptações bem cuidadas e elaboradas para este público novo.

Adaptado por Xavier Valls e ilustrado por Pedro Rodrigues, o livro possui uma edição caprichada, de capa dura e ricamente ilustrada. Um livro que tem tudo para ser adotado como um dos livros favoritos da criançada. Trazendo em destaque, contos de autores renomados do gênero, como uma apresentação ao universo da literatura de terror e mistério.

As histórias estão divididas em quatro partes: A morte, A doença, O poder da mente e O mal. Cada segmento apresentado com um texto introdutório, que facilita a compreensão dos contos que vem a seguir, principalmente os pesadelos das histórias de vampiros, lobisomens, bruxas e outras criaturas maléficas.

Os autores selecionados brilhantemente para essa antologia foram: John William Polidori (1795-1821) e suas assustadoras histórias de morte e heroísmo, Catherine Crowe (1800-1876), autora de vários contos de fantasmas, Gerard de Nerval (1808-1855) e suas aterradoras descrições de sonhos e da mente, Edgar Alan Poe (1809-1849), um dos precursores dessa literatura, o célebre Charles Dickens (1812-1870), Joseph Sheridan Le Fanu (1814-1873), e seus sobrenaturais contos de mistério gótico, o escritor de lendas espanholas Gustavo Adolfo Bécquer (1836-1870), o francês Villiers d'isle-Adam dos Contos cruéis (1838-1899), Guy de Maupassant (1850-1893) e seu terror psicológico, Robert Louis Stevenson (1850-1894), escritor do O médico e o monstro, o poeta Eugene Field (1850-1895), Edward Lucas White (1866-1934), romancista da Casa do Pesadelo, e Howard Phillips Lovecraft (1870-1937) e suas estórias góticas. Detalhes de suas vidas, não muito de dias felizes, são incluídas no final do livro, sob as lápides de um cemitério.

As ilustrações Pedro Rodrigues, ilustrador espanhol, utilizaram a mesma linha dos quadrinhos para compor desenhos agradáveis aos olhos das crianças, um resultado que enaltece aos olhos dos pequenos leitores pela precisão sem frescura, mas com cuidado especial no assunto de cada uma das histórias. Suas ilustrações acompanham os 21 relatos, dando a leitura um maior estímulo ao lado obscuro da imaginação. Contando com a ajuda das Martín Velísek, a obra foi condecorada pela Editorial Albatroz no mesmo ano de sua publicação na Espanha.

Um livro imprescindível na biblioteca dos que gostam de enfrentar o medo e o desconhecido. Uma leitura divertida e se prepare para alguns bons sustos.


O Grande Livro do Medo
Tradutor: Eduardo Brandão
Editora Girafinha
108 páginas
2006

393 visitas desde 25/04/2017


Quer outra dica de livro?