A Garganta da Serpente
Linguagem de Cobra estilística e metalinguagem
  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • download do PDF
  • recomende esta página

Gêneros Literários

O texto literário, quanto à forma, pode apresentar-se em prosa ou verso.

Quanto ao conteúdo e estrutura, podemos dividir obras literárias em gêneros literários.

Há muitas teorias e discussões em torno dos gêneros literários. A palavra gênero, etimologicamente, implica um conjunto de seres dotados de características comuns. Assim, de maneira simplificada, poderíamos dizer que gênero literário é um conjunto de obras dotadas de características comuns.

Desde a Grécia antiga, os gêneros literários foram divididos em três categorias: o lírico, o dramático e o narrativo, tendo por base as três faculdades da alma humana consideradas essenciais (fontes de toda mensagem verbal): sensibilidade, vontade e inteligência. Daí originaram-se três funções da linguagem, manifestadas em qualquer obra literária: a função emotiva ou expressiva (pela sensibilidade), a função apelativa ou conotativa (pela vontade) e a função informativa ou referencial (pela inteligência). Veja mais em Funções da Linguagem.

Na prática, entretanto, tal divisão mostra-se discutível, visto que não encontramos um gênero puro, uma vez que a criação artística mistura esses três elementos. Críticos modernos, como Todorov, ensinam que os gêneros literários devem ser estudados indutivamente, a partir das características da obra e não a partir de nomes classificatórios.

Alguns ainda fazem alusão a um outro gênero literário, o didático, despido de ficção e não identificado com texto literário no sentido estrito. Segundo Wolfgang Kayser, "o didático costuma ser delimitado como gênero especial, que fica fora da verdadeira literatura".

Copyright © 1999-2017 - A Garganta da Serpente