A Garganta da Serpente

Esopo

  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

As lebres e as rãs

(Esopo)

As lebres, animais tímidos por natureza, viviam oprimidas por causa da sua excessiva timidez, e cansadas de viverem em constante alerta temendo a tudo e a todos o tempo todo.

Em comum acordo resolveram pôr fim as suas vidas e a todos os seus problemas, saltando do alto de um penhasco, para as águas profundas de um lago abaixo.

Assim que elas correram, todas de uma só vez, para colocar em prática sua decisão, as rãs que repousavam nas margens do lago escutaram o barulho dos seus pés, e desesperadas e tomadas de pânico, fugiram para o fundo da água em busca de segurança.

Ao ver o desespero das rãs em fuga, uma das lebres, rogou aos seus companheiros:

- Fiquem meus amigos, não façam isso que estão pretendendo, vimos agora que existem criaturas que vivem mais aterrorizadas que nós.

9375 visitas desde 24/05/2007
últimas fábulas
Que tal comprar um livro de Esopo?


Fábulas
Copyright © 1999-2017 - A Garganta da Serpente