A Garganta da Serpente

Esopo

  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

O cão fugitivo

(Esopo)

Um cão tinha sido criado numa casa. Fora ensinado a enfrentar os animais selvagens, mas, quando se viu diante de um grupo deles pronto para atacar, quebrou a própria coleira e fugiu pelas ruas da cidade. Vendo-o gordo e forte como um touro, alguns de seus companheiros de raça lhe perguntaram:

- Por que fugiste?

- Eu sei - respondeu o cão - que posso comer tudo o que quero e necessito, e até muito mais; mas, quando luto contra ursos e leões, posso morrer a qualquer momento.

Os outros disseram entre si:

- Nossa vida é só nossa. Apesar de pobre, é bela, pois não combatemos nem leões nem ursos.

Melhor viver longe dos perigos que ficar exposto a eles em troca de boas coisas ou de glória vã.

9561 visitas desde 14/06/2007
últimas fábulas
Que tal comprar um livro de Esopo?


Fábulas
Copyright © 1999-2017 - A Garganta da Serpente