A Garganta da Serpente
Encantadores de Serpentes concursos e prêmios literários
  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

Concurso Novas Idéias para a Justiça

Com um misto de emoção e reconhecimento ao trabalho de propor novas alternativas para melhoria do Judiciário, a solenidade de entrega do prêmio Novas Idéias para a Justiça, na última terça-feira (07/03), se traduziu em verdadeiro sucesso. Perto de 500 pessoas compareceram ao Memorial JK, num evento que contou, ainda, com a presença de presidentes de tribunais, ministros e autoridades diversas.

Na ocasião, o coordenador-geral do Sindjus, Roberto Policarpo, aproveitou para anunciar o pedido feito pelo sindicato ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para que seja um dos parceiros da próxima edição do concurso.“O prêmio revelou o grande interesse dos servidores e da sociedade de um modo geral em contribuir, com suas idéias, para a melhoria da qualidade do Poder Judiciário. Avaliou e permitiu a reunião de proposições bastante positivas que podem vir a ser aproveitadas e queremos lutar pela utilização destas idéias”, afirmou Roberto Policarpo.

Já o presidente do STF, ministro Nelson Jobim, disse que considera o Sindjus “o sindicato que sempre teve a preocupação de deixar a sociedade mais próxima do Judiciário e do Ministério Público”. A seu ver, completou Jobim, esse é o único concurso em que a sociedade também participa a partir de idéias livres. O ministro enfatizou, também, a importância dos trabalhos apresentados pelos servidores, que em sua opinião, são sempre deixados de lado e, ao mesmo tempo, “são as pessoas que lidam por mais tempo com os usuários desse sistema”.

Outro que elogiou o caráter do prêmio foi o presidente do TST, Vantuil Abdala. “O TST se sente muito honrado por participar de um evento dessa natureza. Tradicionalmente o Judiciário se limitava a reclamar do Poder Público. Muitas poucas vezes o Judiciário olhou para dentro de si mesmo, para melhorar a própria casa. E isto está acontecendo agora, com a iniciativa do Sindjus”, ressaltou.

Mas o maior destaque da festa foi, mesmo, a alegria dos vencedores ao serem premiados, já que vários deles fizeram questão de receber a homenagem acompanhados dos amigos e familiares. Sônia Oliveira, vencedora pelo projeto intitulado Células Judiciais, por exemplo, citou em tom emocionado a trajetória dos pais ao chegarem em Brasília e a dela própria. “Acredito e confio na Justiça e é por isso que estou dentro dela e faço parte dela. Me considero uma negra em movimento e gostaria que todos pudessem ser considerados cidadãos em movimento”, enfatizou. No mesmo tom, também se expressaram os demais vencedores.

A noite contou, ainda, com agradável e sofisticado show da cantora Rosa Passos, seguido de coquetel para os convidados e estimulou vários associados.“Estou me sentindo em casa ao rever tantos colegas de outros órgãos e, ao mesmo tempo, com essa premiação tão bonita de servidores como nós, que se dispuseram a perder um pouquinho mais de tempo para elaborar trabalhos e concorrer ao prêmio. Todos nós que trabalhamos no Poder Judiciário temos sugestões para melhoria do sistema e eu, mesmo, já me sinto estimulado para participar da próxima versão”, afirmou Cândido Almeida, analista judiciário do TSE.




ATENÇÃO: as informações aqui divulgadas são de inteira responsabilidade dos organizadores dos concursos. Para mais informações ou esclarecimentos, entre em contato com os mesmos. A Garganta da Serpente apenas faz a divulgação.
legenda dos ícones:
  • novo concurso
  • prazo prorrogado
  • com taxa de inscrição
  • premiação em dinheiro
  • premiação em livros/publicação
lista
Seja avisado sempre que a seção dos Encantadores de Serpentes for atualizada

somente texto HTML



Siga nosso Twitter:
Copyright © 1999-2017 - A Garganta da Serpente