A Garganta da Serpente
Cobra Cordel literatura de cordel
  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

Cordel do Anhanguera

(Gustavo Dourado)

Bartolomeu Bueno da Silva:
Pioneiro desbravador...
O famoso Anhanguera:
De Goiás foi fundador...
Garimpeiro do Cerrado:
Bandeirante de valor...

Entre 1722 e 1725:
Pelo Goiás viajou...
De São Paulo ele veio:
O Cerrado explorou...
De Vila Boa a Brasília:
Anhanguera garimpou...

Capitão-mor dos Goyazes:
Goiás Velho ele fundou...
Em Três Ranchos, Catalão:
As bases alicerçou...
Minaçu, Luziânia, Cumari:
O seu gen disseminou...

Via Planalto Central:
Silvânia e Cristalina...
Em São João da Aliança:
Formosa e Teresina...
No Distrito Federal:
Sobradinho-Planaltina...

Três anos pelo mato:
O seu gen disseminou...
Conquistou a boa terra:
Seu nome se elevou...
Suor com ouro e cristal:
Pelo Sertão derramou...

Foi a Alto Paraíso:
Nova Roma, Cavalcante...
O Planalto no caminho:
Água e ouro radiante...
Pelas Colinas do Sul:
Sertanista...Bandeirante...

Passagem por Niquelândia:
Vila Propício adiante...
Cocalzinho, Pirenópolis:
Nos Pirineus triunfante...
Nos caminhos de Anápolis:
Brilhou como diamante...

Mossâmedes em sua rota:
Tem Goiânia em seu destino...
Morrinhos e Caldas Novas:
Vasto Sertão cristalino...
Por Pontalina passou:
Astro vésper matutino...

Retornou para São Paulo:
Via Ipameri - Catalão...
A sua marca deixou...
No Planalto da Nação...
Hierofante do Cerrado:
Anhanguera do Sertão...

4016 visitas desde 11/11/2010

LEIA OUTROS CORDÉIS DESTE AUTOR:
Selecione o ckeckbox ao lado para abrir os cordéis em uma nova janela
Copyright © 1999-2017 - A Garganta da Serpente
http://www.gargantadaserpente.com