A Garganta da Serpente
Adoradores de Serpentes poemas sobre ofídios
  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

S E R P E N T Á R I O

meu corpo onda
anda serenando
e             e         o
o     d      a     d
n              n
no

ssssssssusssssssssssssurrosssssssssssssssssssssssrro

da noite

sereno corpo
onde   andam

sssssssssssssssssssssssssibilandosssssssssssssssssssssssssslando

as serpentes

meu corpo é serpente
serpenteando sempre ternas
o                         õ
n         u       ç      e
d       la              s      do

corpo teu

corpo onda
serenado
na calmaria
do corpo teu

meu corpo é um serpentário ondulante
acalmado
na cisterna molhada das chuvas
dos beijos teus.


Maria José F. Goldschmidt

Copyright © 1999-2017 - A Garganta da Serpente
http://www.gargantadaserpente.com