A Garganta da Serpente
Adoradores de Serpentes poemas sobre ofídios
  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

A pequena serpente

Na escuridão....
Ouve-se um sibilar...
Es que surge a Serpente
Rasteja lentamente,Sutil...

E sai em busca,de sua conquista... Você!.
Ela, Torna-se ágil...
Enrosca-se e chega... Te encontra

Serpente pequena
Com seu veneno fatal
Enrosca-se, sufoca-te

Silva....Agita-se
E te arrasta,para o seu mundo escuro.

Seu Pântano...
E lá você,se torna prisioneiro,
Da pequena Serpente

De olhos Brilhantes
Esses olhos que te hipnotiza
E você!
Sente-se Apaixonado.


Lu Freire Sanches

Copyright © 1999-2017 - A Garganta da Serpente
http://www.gargantadaserpente.com