A Garganta da Serpente
Adoradores de Serpentes poemas sobre ofídios
  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

Traição

Hoje a pergunta engasga e sufoca
Por que?
Tu tudo tinhas
mas fostes habitar o Nada
Viestes das alturas
e fostes confinado às profundezas infectas
Morte
Hoje a angústia envenena
pingando de teus dentes perigosos
Tu eras a sabedoria e o conhecimento
E semeias a discórdia e o medo
Portavas a luz
e te afogastes em escuridão
Trevas
Hoje as tempestades matam
e afogam as almas condenadas
Tu eras o mais forte
agora rastejas sobre o próprio peito
Foi-te oferecido o amor divino
e te enredastes no pecado menos que humano
Anjo
Tu eras
mas hoje nos trai a todos
e condena
Por quê?


Lucas Nicolato

Copyright © 1999-2017 - A Garganta da Serpente
http://www.gargantadaserpente.com