A Garganta da Serpente
Adoradores de Serpentes poemas sobre ofídios
  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

a história da serpente

da manhã escura
teus olhos brilharam
pela primeira vez
era 18 de fevereiro de 1999
(e o mundo não acabou)
após 5 mudanças de pele
ramificaram-se as trilhas
também o número
dos teus discípulos

tuas cores
começaram a ser vistas
rosas a constelar-se no céu
mas contigo ovacionada
tanto pelos filhos da noite
quanto pelos filhos do dia
desde a manhã escura
tens dado abrigo
a verve de todos
quantos bebem na fonte
do teu veneno-delírio
que sabe
da vida e da morte


Lucas de Grammont

Copyright © 1999-2017 - A Garganta da Serpente
http://www.gargantadaserpente.com