A Garganta da Serpente
Adoradores de Serpentes poemas sobre ofídios
  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

Pode a serpente ser fria,
Mas os meus versos são quentes.
Se despertam simpatia,
Eu sinto mais alegria
Ficamos todos contentes!
Mas se tiverem veneno,
Como os dentes da serpente,
Vos digo adeus num aceno,
Os queimo num dia ameno,
Fico dos versos descrente!!!


Fernando dos Santos

Copyright © 1999-2017 - A Garganta da Serpente
http://www.gargantadaserpente.com