A Garganta da Serpente
Adoradores de Serpentes poemas sobre ofídios
  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

Que animal é esse...

Que vem em minha direção
Com seu brilho intenso e encantador
E com seu corpo cilíndrico e alongado
Com seu rebolar rastejante e sensual
Com seu corpo macio
Coberto de escamas córneas
Que brilham como cristal
Que animal é esse...
Que encanta com seu olhar
De fenda vertical
Com seu sorriso intimidador
Não sei como vou te chamar
Cascavel, Jararaca, Sucuri.
Coral, Naja. Sei lá!
Que animal é esse...
Que me enfeitiçou com sua picada
Com seu veneno doce e enganador
Mesmo que eu me esconda
Você me acha
Com ajuda de sua fosseta loreal.
Maravilha rastejante
Que quero tê-la sempre ao meu lado
Protegendo-me, guiando-me
Que ao teu lado
Vivo contente
Declino-me sobre teu corpo
Minha amada
Serpente


Arcanjo do Inferno

Copyright © 1999-2017 - A Garganta da Serpente
http://www.gargantadaserpente.com